Seguro por afinidades, o futuro do mercado

A pratica, crescente no Brasil, vem se consolidando como a melhor forma de comercializar seguros massificados

Abordar a importância da internet ou a consequente globalização é chover no molhado. A cada dia nos deparamos com mudanças geradas por essa invenção que revolucionou o mundo. Uma das principais ocorreu nos negócios. Nenhuma empresa mais consegue obter sucesso com uma vida de reclusão. Por isso, é fundamental que o empresário não só tenha o máximo de informações sobre seu nicho de mercado, como também um bom relacionamento com clientes, fornecedores e colaboradores. Atentas, as seguradoras aproveitaram essas movimentações e criaram o Seguro por afinidades, que oferece à sua empresa a possibilidade de comercializar diferentes opções de produtos massificados aos seus diferentes públicos. Entre eles estão os seguros de vida, de desemprego, de residência, proteção financeira, equipamentos portáteis, pneus, perda e roubo de cartão e muitos outros. A facilidade de contratação do seguro com preço extremamente alinhado às exigências dos nossos parceiros é outra vantagem.

Este conceito de negócio visa reforçar o relacionamento destas empresas com seus clientes atuais e atrair novos consumidores, o que aumenta o seu potencial de negócios e agrega valor a sua marca. Os produtos são customizados conforme cada perfil de usuário, ajudando o parceiro a consolidar os seus clientes ativos, a recuperar os inativos e a obter novos.

O produto também significa um expressivo ganho social, pois, entre outros ganhos, insere no mercado de seguros uma enorme parcela da população que normalmente não poderia contar com este tipo de benefício em função dos custos.

Ao fazer a aquisição deste seguro, o usuário passa a ter a oportunidade de prevenir e minimizar eventuais perdas, além de adquirir serviços muito úteis para garantir uma melhor qualidade de vida, por preços mais baixos que no mercado convencional.

O Seguro por afinidades ajudou também no crescimento dos chamados massificados. Entre 2001 e 2011, segundo um levantamento feito pela revista Isto É Dinheiro a partir de informações fornecidas pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), o setor já movimentou R$ 48,9 bilhões, cerca de 10% do faturamento do mercado.

Com a inclusão de boa parte da população na classe C, estima-se que este segmento tenha em torno de 60 milhões de clientes potenciais, pois está diretamente ligado ao consumo e ao bom momento da economia.

De modo geral, eles custam pouco e dependem muito da distribuição. Produtos como auxílio-funeral e seguros de viagem, educacional, residencial, desemprego e de acidentes pessoais estão entre os principais massificados. O carro-chefe do setor é o seguro prestamista, que garante o pagamento de prestações (de financiamentos de automóveis a empréstimos consignados), em caso de morte ou invalidez. Nos primeiros cinco meses de 2011, segundo os dados da Susep, movimentou R$ 1,7 bilhão em prêmios, do total de R$ 3,7 bilhões do setor.

A W4 Seguros aguarda a sua consulta

Marco Bergamini
Rodrigo Zevzikovas

Quer fazer um seguro como este?

entre em contato pelo nosso e-mail w4@w4seguros.com.br ou venha tomar um cafezinho com a gente na Rua Herval, 712 l cep: 03062-000 – pabx: 55 11 2579-5422 | fax: 55 11 2579-5417

De Segunda a Sexta-feira das 9:30 às 17:45hs.
Horário de Almoço das 12hs às 13hs.

Quer reproduzir este artigo?

Todas as informações deste site são protegidas por leis de direitos autorais, no entanto você pode reproduzir o(s) artigo(s) com as seguintes condições:

1. Você deve reproduzir o artigo inteiro e inalterado, incluindo o(s) nome(s) do(s) autor(es), e todas as suas referências.
2. Você deve indicar claramente que o artigo é de autoria de  “w4seguros.com.br
3. Você deve incluir o link de redirecionamento para o artigo reproduzido.

 

No comments yet

Debes Logado Deixar un comentário



Tweets

    Todos os direitos reservado a W4 Seguros - Rua Herval, 712 l cep: 03062-000 - pabx: 55 11 2579-5422 | fax: 55 11 2579-5417