Seguro saúde, o aperfeiçoamento do Plano de Saúde

O produto é a solução perfeita para empresas garantir a assistência médica adequada aos seus funcionários

Quem acompanha o noticiário já está cansado de saber. Há, pelo menos, dez anos os planos de saúde são campeões de reclamações no Brasil. Uma prova disso é o levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), no qual os planos de assistência médica aparecem como os principais “vilões do consumo” do País, liderando o ranking de atendimentos no órgão.

A compilação, feita com base no cruzamento de dados de Procons (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) de todo o Brasil, indica que as principais queixas dos segurados se referem à negativa de cobertura (quando o usuário é impedido de receber determinado tratamento apesar de previsto no plano), reajuste por faixa etária e anual e descredenciamento de prestadores de serviço.

No ano passado, segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), houve 400 milhões de atendimentos em todo o País, e, das 75.916 reclamações registradas no órgão, cerca de 75,7% foram relacionadas à cobertura.

Além disso, de acordo com a entidade, um dos motivos pelos quais o setor se mantém na liderança das queixas é o crescimento dos planos coletivos – entre eles os falsos coletivos (oferecidos a pequenos grupos de consumidores) -, que hoje representam mais de 70% do espectro total no Brasil.

De acordo com dados da ANS, órgão responsável por regular a atividade das operadoras de assistência médica e odontológica, de dezembro de 2002 a setembro de 2012 (última estimativa disponível) o número de reclamações registradas por usuários na autarquia federal praticamente quintuplicou, passando de 16.415 para 75.916, um crescimento de 362%.

No mesmo período, a quantidade de planos de saúde em atividade no País caiu 36%, de 2.407 para 1.542, ao passo que o universo total de beneficiários, incluindo aqueles com planos exclusivamente odontológicos, ganhou aproximadamente 32 milhões de novos usuários.

Segundo especialistas, o aumento na quantidade de reclamações, apesar de ter acompanhado a evolução do número de pessoas com acesso a plano de saúde (que cresceu de 35,2 milhões, em 2002, para 67,1 milhões, em 2012), evidencia, sobretudo, que o setor ainda sofre com falhas, como a falta de fiscalização e a lentidão no julgamento dos processos.

Uma saída para esses problemas é o seguro saúde. A grande diferença entre seguro e plano de saúde é que o primeiro possibilita reembolso das despesas médico-hospitalares e odontológicas. Se a empresa deseja que seus funcionários tenham liberdade de escolha de profissionais de saúde, hospitais, clínicas e laboratórios, o seguro é o mais indicado.

No seguro saúde, as coberturas são contratadas contra o pagamento do que se denomina prêmio, que é a mensalidade. Dessa forma, a seguradora suporta os custos financeiros do tratamento do segurado em rede referenciada ou por reembolso das despesas com cirurgias, exames clínicos, tratamentos, consultas e internações realizadas por um médico, clínica ou hospital de sua preferência e conforme os valores contratados.

Embora o seguro saúde permita a livre escolha, é importante avaliar se o valor de reembolso contratado é muito abaixo do preço dos serviços privados médico-hospitalares e odontológicos. Se este for o caso, a opção por planos de saúde é mais vantajosa do que o seguro saúde, porque o atendimento exclusivo na rede referenciada não exige participação financeira do beneficiário. Já o plano de saúde dá direito ao beneficiário de ter assistência médica, hospitalar e odontológica exclusivamente na rede própria e/ou referenciada da operadora, exceto em casos de urgência e emergência fora da região de atendimento do plano.

Outra diferença deste produto é o intermédio do corretor. Ele é a segurança da escolha do plano ideal, além de garantir auxílio qualificado em todas as etapas do processo. A W4 Seguros comercializa alguns seguros saúde para empresas (PJ), como por exemplo, Allianz, Sul América, Bradesco e Marítima.

Para mais informações, entre em contato conosco

Marco Bergamini
Rodrigo Zevzikovas

Quer fazer um seguro como este?

entre em contato pelo nosso e-mail w4@w4seguros.com.br ou venha tomar um cafezinho com a gente na Rua Herval, 712 l cep: 03062-000 – pabx: 55 11 2579-5422 | fax: 55 11 2579-5417

De Segunda a Sexta-feira das 9:30 às 17:45hs.
Horário de Almoço das 12hs às 13hs.

Quer reproduzir este artigo?

Todas as informações deste site são protegidas por leis de direitos autorais, no entanto você pode reproduzir o(s) artigo(s) com as seguintes condições:

1. Você deve reproduzir o artigo inteiro e inalterado, incluindo o(s) nome(s) do(s) autor(es), e todas as suas referências.
2. Você deve indicar claramente que o artigo é de autoria de  “w4seguros.com.br
3. Você deve incluir o link de redirecionamento para o artigo reproduzido.

 

No comments yet

Debes Logado Deixar un comentário



Tweets

    Todos os direitos reservado a W4 Seguros - Rua Herval, 712 l cep: 03062-000 - pabx: 55 11 2579-5422 | fax: 55 11 2579-5417